Responsive image

23/02/2017

A busca pela paz interior | fotografias e afins

Nem sempre estamos em conexão com o nosso interior. Eu posso afirmar que não estou, porém é isto que eu venho buscando. Quero sentir meu peito leve, meu coração calmo e meu sangue correr devagar pelo meu corpo. Não deveríamos nos sentir assim naturalmente? Pois é. Infelizmente a vida nos joga pesos e eles nos derrubam, levando junto a nossa segurança interior e nos afastando cada vez mais de uma busca pela paz interior. É um ciclo vicioso e que levamos tempo para perceber que devemos sair do casulo, assim como uma borboleta.

busca pela paz interior

O contato consigo mesmo exige muito. Se reavaliar, redescobrir, se conhecer novamente. Renascer. Sair da concha. Sabe quando você sente que precisa parar, avaliar o que está fazendo, o que já fez e o que quer fazer? É esse momento. Talvez você precise dar um tempo de rede sociais, sair mais, escutar mais música, começar um esporte novo ou descobrir um hobbie. Cada pessoa tem um tempo diferente e, ainda mais, uma maneira diferente de se redescobrir e criar esse laço com a paz interior.

Para mim, a fotografia age em muitas áreas da vida. Me acalma, anima, me faz querer viver intensamente, causa nervosismo, frio na barriga. E talvez seja com ela que eu possa me expressar, botar os sentimentos para fora e me descobrir.

busca pela paz interior

A vida é bem cheia, né? Precisamos de momentos de calmaria, para poder respirar, refletir e se sentir bem. Passei a acender velas aromáticas de vez em quando, é uma prática simples mas muito boa para relaxar. Se você gosta, pode por uma música calma, de meditação e quem sabe, aproveitar para deixar a criatividade fluir.

busca pela paz interior

A nossa busca pela paz interior deve começar já. Sei que parece que não teremos tempo, disposição ou até que vai ser complicado tirar um tempo para se redescobrir, mas, confie: vale a pena. A nossa paz não tem preço e depende de nós.

Não posso dizer que me encontro em paz e plena. Eu sei o quanto preciso caminhar até isso. Porém, o caminho que tive até entender que esse é o meu objetivo já é um grande começo. Para isso, comece hoje. Cada passo dado é uma grande vitória, certo?

busca pela paz interior

Todas essas fotos foram feitas em momentos calmos e me trazem sentimentos ótimos. Espero que cause o mesmo em vocês também. Para acompanhar minhas fotografias, siga o meu instagram: @eulizpector.

Vale a pena ler:  A tranquilidade é conseqüência do seu próprio empenho

(Visited 88 times, 1 visits today)

Sobre o Autor

Gaúcha, 18 anos, estudante de fotografia, louca por seriados e apaixonada pela arte. Quer saber mais sobre mim e o blog? Clique aqui

Postagens Relacionadas

Facebook

Comentários

  1. Luana Souza disse:

    Liz, que post inspirador e encantador <3 me encontrei nas suas palavras. Eu também vivo procurando a paz interior, e a fotografia é algo essencial para a minha interpretação do mundo! As fotos do post ficaram encantadoras, e passam uma paz maravilhosa.

  2. Oi Liz, tudo bem? Também acredito que a fotografia nos acalma, nos traz tranquilidade e nos deixa em paz com a gente mesmo. Acredito que é porque conseguimos olhar para o mundo de uma forma diferente, ou então olhar para dentro de nós. Como diz a frase, só enxergamos do lado de fora o que tem de sobra dentro de nós. Concorda? Beijos, Érika ^.^

  3. Menina, que isso hein? Adorei as fotos! E te digo, a paz interior não é algo fácil, eu busco ela ha anos e ainda assim ela me escorrega pelos dedos. Tenho meditado, praticado o ho’oponopono (faça, é lindo demais) e minha vida tem dado um baque bastante significativos!

  4. Renata disse:

    Tu tem um jeito de dizer coisas tão importante de um jeito tão especial, que adoro demais!
    É engraçado como a gente precisa apanhar um pouco da vida para perceber esse tipo de coisa. Eu tive um mega baque nesse início de ano e, todos os dias, até agora, tem sido de redescoberta. De mim mesma, do que quero para mim e de quem eu sou.
    E, assim como você encontra na fotografia esse balanço, eu encontro nas palavras escritas. Acho que é sempre bom nos afinarmos com nós mesmos e praticarmos o que nos faz bem. A gente chega lá, no sangue fluindo devagar, o peito leve e o coração calmo! <3
    xoxo

  5. Liz amei as fotos. Você arrasa na fotografia, nem tem como não amar suas fotos não menina. Agora o seu texto me surpreendeu sabia, eu penso muito parecido com você, então me identifiquei bastante. Sem paz interior não somos nada, a busca dela é por toda a vida.
    bjs

    Simplesmente Ciana

  6. Fiquei encantada tanto pelo texto quanto pelas fotos,eu também amo fotografar e me traz muita paz interior,mas acredito que a minha paz maior venha da escrita.
    A paz interior é algo tão importante e necessária,espero que todo mundo reconheça que deve buscá-la o quanto antes 😀
    Beijos ^.^

  7. Nani disse:

    Que texto. A correria do dia a dia é tanta que faz mal pra nós. Nesse carnaval, eu aproveitei momentos incríveis simplesmente aproveitando o tempo ocioso com o marido e curtindo fazer uma maquiagem de sereia na minha pequena. Como eu agradeço pelos momentos que passei essa semana.

  8. Bruna Morgan disse:

    Eu senti muita calmaria com as suas fotos, e fico feliz sabendo que ela te deixa tão feliz. Comigo são os desenho e os textos que faço.
    Se encontrar e viver em paz é o que também almejo, e às vezes não parece tão impossível conseguir isso.

  9. Esse texto veio na hora certa, sabe… eu tô em um momento da vida que notei quanta coisa errada vim fazendo… desde decisões profissionais a atitudes que tomei na minha vida pessoal. Fiz muita coisa errada, e causei consequências que vão demorar a melhoras. Esse é um daqueles momentos em que eu devo parar e pensar “calma aí… deixa eu começar de novo”.

    Eu comecei a ascender incensos, e é uma prática que me traz muitas paz, ainda não sei porquê.

  10. Jade Amorim disse:

    Essa é sem dúvidas a minha maior busca, o tempo todo. Estou sempre tentando meditar, achar novas maneiras, me relaxar. Não abro mão do momento que uso para dedicar a minha saúde mental.
    Principalmente porque, acredito, já sei bem o que acontece quando eu perco o pouco de paz que tenho e me afundo.
    Ótimo texto, e as fotos como sempre estão lindas! ♥

  11. Aline Callai disse:

    Adorei o texto e as fotos! Buscar pela paz interior é uma constante na minha vida também, mesmo que nem sempre eu consiga 🙂
    Beijos
    http://www.nomundodaluablog.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *