Responsive image

16/03/2019

Dicas para uma ótima viagem para gramado em 2019!

Que viajar é tudo de bom, já sabemos, certo? Mas e uma viagem para uma cidade romântica, calma, com clima europeu, cenários super fotogênicos, eventos e atrações o ano inteiro e muita comida boa? Aí sim, é a viagem dos sonhos! Essa é Gramado, cidade no Rio Grande do Sul que encanta turistas o ano inteiro! Para investir na sua viagem para gramado em 2019, dê uma olhada nessas dicas para curtir a estadia por lá.

Dicas para aproveitar ao máximo a sua viagem para gramado

#1 Caminhe pela cidade e se encante!

Gramado é uma cidade linda em detalhes. Depois de algumas idas à cidade, aprendi que a melhor maneira de conhecer bem as ruas, bairros e locais, é caminhando! Você vai perceber que vai querer parar em cada rua, ao ser atraído por detalhes bonitos e fotogênicos, além de lojas e restaurantes que chamam a atenção! Assim também descobre coisas que não esperava e se surpreende. Aproveite para fotografar bastante e aproveitar o clima caloroso da cidade, assim como para bater um papo com os moradores de lá, super hospitaleiros. Não há nada melhor do que realmente entrar no clima da cidade, certo?

viagem para gramado

#2 Visite os pontos turísticos clássicos – vale a pena!

Apesar de ser muito legal conhecer lugares na sua caminhada, visitar os pontos turísticos vale muito a pena! Em uma viagem para gramado, deixe de conhecer o Lago Negro, perfeito para passar a tarde, fazer um piquenique, andar de pedalinho…; o MiniMundo, que reúne parque, história e diversão; a Rua coberta, que é famosa e encantadora, onde você encontra restaurantes, lojas e, dependendo da época, atrações; o Mundo a Vapor, parque temático em canela, bem pertinho; a Rua Torta; a fonte do Amor Eterno, que é junto da igreja de São Pedro, linda!; o Reino do Chocolate; a Praça das comunicações (ao lado da rodoviária!), onde ocorrem diversos eventos como feiras;

viagem para gramado fonte do amor

#3  Planeje a sua estadia com antecedência!

Sendo uma cidade turística, Gramado tem hotéis encantadores, mas é preciso planejar e reservar com antecedência para garantir uma estadia tranquila e sem estresse de procurar hotéis quando chegar. Então, busque o que for melhor para você e reserve o seu hotel em Gramado!

#4 Veja como costuma ser o clima no mês que você irá

Gramado é turística o ano inteiro! Seja verão, inverno, outono ou primavera, sempre há atrações e detalhes de cada época. Como o clima pode ser bem diferente do da sua cidade, vale a pena conferir o clima de cada época, assim como as atrações e eventos de cada estação e/ou mês!

#5 Reserve os passeios com antecedência

Além dos passeios pela própria cidade, seus parques e lojas, Gramado e Canela (cidade vizinha) tem muitos passeios  e parques temáticos que você precisa comprar ingressos! Por isso, preste atenção para não perder de visitar, algumas muito legais são: museu de cera, museu da moda, cascata do caracol, snowland e vários outros para toda a família!

gramado viagem para gramado

No mais, aproveite! Gramado é uma cidade encantadora, assim como Canela e toda a serra gaúcha! Mesmo sendo do Rio Grande do Sul, é uma cidade que gosto de visitar várias e várias vezes, pois está sempre se atualizando e cada vez mais linda! Me conte aqui: você já foi? tem vontade? 🙂

 

Sem Comentários

Liz Chollet

Postado por

23/05/2018

Conheça o Dry Needling e os benefícios da técnica

Dry Needling  é uma técnica de fisioterapia também conhecida como agulhamento seco e se caracteriza por ser um método terapêutico simples, alternativo e de resultado rápido. O dry needling serve para muitos tratamentos e tem sido muito recomendado por pacientes que buscam uma terapia alternativa e mais natural, além de um procedimento que traga resultados mais imediatos.

técnica dry needling

Como funciona a técnica Dry Needling?

Como o nome “agulhamento a seco” sugere, a técnica consiste na utilização de agulhas de acupuntura sistêmica para aliviar a dor de pontos-gatilhos, que são regiões do músculo que estão tendo uma má irrigação de sangue, assim formando nódulos que precisam ser estimulados para a liberação do sangue que antes não chegava até o músculo. Com o uso da agulha, é realizado esse estímulo na fibra muscular e a circulação volta ao normal, desfazendo o nódulo de tensão para aliviar a dor muscular e/ou melhorar a amplitude do movimento. 

(mais…)

1 Comentário

Liz Chollet

Postado por

20/11/2017

Como ganhar descontos na Black Friday

Final de ano tem um baita evento: a Black Friday! Quem não espera um pouquinho a mais justamente pra comprar algo nessa época? Vale a pena aguardar pelos descontos, tirar um tempinho pesquisando e comparando preços em diversas marcas e sites! Muitos produtos e serviços mudam o preço radicalmente, dando uma ajudinha pra podermos comprar o que tanto queríamos. Mas, descobri que há uma maneira de conseguir descontos maiores ainda! Sim, você leu bem: descontos maiores ainda e com maior facilidade de encontrar. Nesse post, vou contar como ganhar descontos na Black Friday de uma maneira diferente, fácil e segura.

Ótimos descontos na Black Friday: saiba como conseguir

A maneira de ganhar descontos maiores ainda é aderir aos cupons de desconto que são dados através de sites de cupons! Nesses sites, varejistas distribuem cupons de 5 a 20%, ou seja: você pode unir o preço menor já dado por certa loja com um cupom que diminui ainda mais, dá frete grátis e outras facilidades! Além disso, o site também separa as melhores ofertas das lojas, fica bem mais fácil de procurar.

Um site que reúne cupons de desconto e seleciona as melhores promoções das lojas é o 1001 Cupom de Desconto. No 1001, temos acesso a inúmeros cupons que podem ser encontrados por marca, loja e categoria. Tem categorias como eletrônicos (amo!), livraria, jóias, acessórios e até aluguel e reservas online, o que me chamou muito a atenção.Achei incrível ter descontos em ingressos de shows, hotéis, e até hospedagem de sites! Há marcas de A-Z, como Arezzo, GoCase, Forever Liss, Nike, Lupo, Petit Jolie, The Body Shop…incrível, né? Todas com grande seleção de cupons e listas mostrando as melhores fontes com desconto.

Nas vezes que adquiri coisas através da black friday, foi apenas com o desconto já dado nas lojas (como saraiva, submarino…), foi há pouco que descobri que vai muito além disso e pretendo separar vários cupons pra facilitar minhas compras. Nesse ano quero comprar livros, acessórios, vou dar uma olhada nos cupons para estadia no airbnb e também em lojas de eletrodomésticos, já que me mudei há pouco e ainda preciso comprar umas coisas.

Procurando descontos na Black Friday, encontrei cupom de 20% nos livros na GRUPO A, a qual tem vários maravilhosos sobre fotografia! na categoria Ponto Frio, encontrei um ótimo cupom  de desconto na loja de 10% para móveis, bem o que preciso, além de cupom de 20% em livros selecionados, yaaay! Tem também 10% em eletroportáteis, os jovens adultos piram, né? Sem falar nos 15% em smartphone.

Também encontrei ótimas promoções de livros juvenis na Casas Bahia (48%off). Como muitos itens já estão em promoção, buscando cupons você consegue que diminuia ainda mais. Para conseguir o cupom de desconto na loja (seja qual for), basta clicar em “pegar cupom” e logo aparece na sua tela, então você só precisa colar o cupom no campo especificado em cada loja!

descontos na black friday

Espero que gostem da dica e que usem! Já pensou no que vai investir nessa Black Friday?

Esse post é um publipost desenvolvido com carinho e sinceridade.

2 Comentários

Liz Chollet

Postado por

19/10/2016

Entenda as diferenças entre RAW e JPEG

as diferenças entre RAW e JPEG

Sabe quando você transfere suas fotos da câmera para o computador e no nome do arquivo delas tem escrito “.JPG”, “.CR2” (Canon) ou “.NEF” (Nikon)? Esses são formatos de arquivo e é super importante que você entenda as diferenças entre RAW e JPEG.

Você provavelmente já conhece o formato JPG, o qual é o padrão na maioria das câmeras e celulares, porém ele não é o único e muito menos o melhor em questão de qualidade, sabia? Existe um formato que permite mais qualidade e controle sobre a sua foto: o RAW.

As diferenças entre RAW e JPEG

Enquanto o formato RAW grava tudo o que a câmera vê, ou seja, o estado cru e bruto da imagem, o formato JPG passa por uma etapa antes de gravar uma imagem no cartão de memória: a câmera interpreta as informações e comprime tudo em um arquivo menor. Ou seja, o arquivo RAW te permite ter a imagem totalmente pura para você poder mexer nela depois como quiser, já o JPG já transformou a imagem antes e a comprimiu, diminuindo a qualidade e informações da mesma.

O arquivo RAW te permite ter a fotografia crua, com todas as informações dela e assim você pode editá-la com maior facilidade! Mas, cuidado: você não pode postar uma foto em RAW, antes ela deverá passar por um programinha que a transformará, para assim ficar habilitada para postar em redes sociais. Os mais utilizados são o Photoshop (com o plugin chamado Adobe Camera Raw) e o Lightroom!

Por causa desse detalhe, é aconselhado fotografar utilizando os dois arquivos (RAW + JPG), assim você terá a imagem nas duas versões e poderá, por exemplo, já utilizar a fotografia em JPG para postar em alguma rede social ou mostrar  para algum cliente, já que esse arquivo não precisa ser processado e é bem mais leve!

Dicas e comparação entre os arquivos

O arquivo RAW é mais pesado, portanto ocupa mais espaço. Faça uso de um cartão de memória com maior capacidade. RAW é como o arquivo é chamado nas configurações da câmera mas, ao passar para o computador, você vai perceber que não vai ser esse o nome do seu arquivo. Para câmeras Canon, se chama CR2 e para câmeras Nikon, se chama NEF.

as diferenças entre RAW e JPEG

Aqui, como configurar a sua câmera para fotografar nos dois formatos!

as diferenças entre RAW e JPEG

Nessa imagem é tranquilo ver como o RAW é um arquivo bem melhor, que “puxa” mais cores e realmente mantêm a cena que você fotografou.

Aqui, sobre outros formatos de arquivos e um vídeo bem legal sobre os arquivos! Espero que tenham gostado e que seja útil! Qualquer dúvida podem escrever aqui nos comentários, ok? Beijo!

8 Comentários

Liz Chollet

Postado por

31/08/2016

O que eu aprendi sendo blogueira | Blog Day

Hoje, 31 de agosto, é comemorado o dia do blog, yay! Então,para comemorar, fiz um post especial contando o que eu aprendi sendo blogueira – até agora. E aí, será que vocês vão se identificar?!
o que eu aprendi sendo blogueira
1 – Eu aprendi que não devo me forçar a criar conteúdo! Ter um blog é ótimo, compartilhar informações, conteúdo e dicas é maravilhoso, mas sempre de forma espontânea. Como vocês sabem, eu comecei a participar do BEDA e tudo foi muito bem até o dia 24, quando tudo desandou. Eu achei o BEDA bacana: ele estimula a escrita, te faz buscar conteúdo, mas e como fica a sua saúde mental e a sua vida pessoal em meio a tanta obrigação? Agora eu aprendi que devo escrever quando a vontade surgir e eu realmente estiver com vontade. Não deixe que a obrigação aliene sua paixão.
 
2 – No início eu me perdi muito em relação a faculdade e o blog, não sabia separar os horários e virou uma confusão. Com o tempo, aprendi a administrar o meu tempo dedicado ao blog e o meu tempo aos estudos, já que ambos são plenamente importantes para mim. Investi em planners, agenda e voilá: tudo melhorou!
 
3 – A minha escrita melhorou muito! Isso eu percebo não só lendo posts antigos, mas quando escrevo artigos e textos para a faculdade, o que eu acho incrível! É muito bacana ver que o blog te traz coisas legais desse tipo.
 
4 – Uma ótima lição que eu aprendi sendo blogueira é que nada cai do céu e resultados demoram. Esse é um fato que eu carrego comigo a vida toda porque é a realidade, né? Acredito ser importante lembrar, mas não desanimar por conta disso! Se você gosta do que está fazendo, não desista. Trabalhe, estude e insista no que você quer!
 
5 – Aprendi que de nada adianta eu me comparar com outros blogs ou outras blogueiras. Apesar de muitos acreditarem que a blogosfera está saturada, existe lugar para todos. Como eu disse no item acima, se você persistir, cuidar bem do seu cantinho e se dedicar, resultados virão! De nada adianta você se por pra baixo achando que fulano já está em tal patamar e que você não tem capacidade, CALMA LÁ, tem sim!
 
6 – Descobri grupos super legais de blogueiras e criei amizades incríveis, conheci blogs super legais e juro que sem elas eu não estaria tão confiante como hoje. Vocês conhecem a frase “ajude para ser ajudado“? Pois é assim mesmo. Ajude, troque informações, conhecimentos, não crie rivalidades, isso é super desnecessário! Em grupos tão legais nos quais você pode florescer amor, cultivar amizade e aprender tanto, pra que criar inimizade?
 
7 – Números não são tudo. Essa é uma grande lição que eu só aprendi na prática! É claro que é bacana ver o seu bloguinho crescer estatisticamente, mas isso não é tudo. Comentários, reconhecimento por outros blogs e pessoas e além de tudo isso, o carinho de quem gosta de verdade do que você faz também conta muito e é muito bom.
 
Ser blogueira não é fácinho e te exige determinação, trabalho e muito, mas muito amor por isso. Portanto, apesar das pedras no meio do caminho, é lindo demais ver o seu próprio blog florescer! Você vai ter vontade de desistir, largar tudo e vai se sentir mal com o seu blog, mas isso é passageiro se você tem carinho e vontade sincera de fazer isso dar certo.
Esses foram as principais coisas que eu aprendi sendo blogueira, mas, e você? O que aprendeu? Me conte!

Sem Comentários

Liz Chollet

Postado por