Responsive image

17/12/2016

Mulheres inspiradoras: Paola Carosella

paola carosella mulheres inspiradoras

Você provavelmente já assistiu ao menos um episódio de MasterChef, aquele programa de culinária que dá o que falar e que tem os jurados mais legais e queridos. Quando eu comecei a assistir MasterChef, Paola Carosella me encantou com sua leveza, simplicidade e humildade: sempre tranquila, com o tom baixo e, acima de tudo, apesar de ser um grande chef, Paola preserva sua humildade e trata todos da mesma maneira.

Além disso, a sua conexão com a natureza e com os alimentos me fez (e faz) manter o coração quentinho. Ela, apesar de não ser vegetariana ou vegana, procura tratar cada alimento com muito amor, compaixão e delicadeza. Em vários episódios ela fala sobre o desperdício desnecessário, cultivo de plantas e sobre ter respeito com o que se está cozinhando. Na terceira temporada de Masterchef, o participante Lee, um médico descendente de japoneses, emociona Paola Carosella ao dizer: “Eu preciso da chance de vocês três para eu poder ir atrás desse laboratório. Capitalista nenhum vai me dar dinheiro, e o dinheiro que eu tenho não é suficiente. Quero que as pessoas gastem R$ 100 no supermercado e renda R$ 300. Fiz universidade de graça nesta terra, e é a forma que eu tenho para devolver”. 

Em entrevistas dadas a revistas, Paola fala muito sobre assédio, machismo e direitos humanos. Ela, que sofreu assédio as 12 anos de idade, quando ainda morava na Argentina, hoje é uma das cozinheiras que mais luta contra o machismo na cozinha. Isso pode ser visto tanto nos seus tweets (@PaolaCarosella) quanto no programa, quando muitas vezes participantes usavam expressões e frases machistas e Paola respondia. Aliás, Paola foi uma das pessoas que mais apoiou Dayse, a vencedora do primeiro MasterChef profissionais e quem sofreu um machismo terrível dos colegas participantes.

dayse vencedora masterchef

Na final, antes dos resultados, Paola se dirige a ela e fala: “‘Você não está aí por ser mulher, você está aí por ter um talento inacreditável. Nós vemos pessoas e nosso trabalho é julgar pessoas. Pratos que têm autenticidade, sabor e alma. A sua comida tem tudo isso. Você pode ganhar essa competição, não importa. Mas você já ganhou uma coisa que talvez você não saiba. Você abriu os olhos das pessoas para que elas olhem sem gênero’

Além de tudo isso, Paola teve uma infância difícil, coisa que eu descobri a pouco e me faz a admirar ainda mais pela força incrível que ela transmite. Quando criança, perdeu seus pais. O pai cometeu suicídio (era depressivo) e a mãe morreu afogada na piscina de sua casa. Hoje, além de ser mãe de uma menina, é dona de três restaurantes em São Paulo e ainda tem que lidar com o machismo e com o preconceito por ser da Argentina.

paola carosella escola ocupada

Nessa foto, Paola estava cozinhando em uma escola ocupada, como apoio aos estudantes. Sobre esse movimento, ela disse: “Uma escola é muito mais do que um centro de ensino, é um espaço de convívio e um núcleo comunitário”.

Com ela eu aprendi (ainda mais) que mulheres são incríveis, que a natureza merece cuidado e amor e que somos todos iguais. Obrigada, Paola Carosella. Você nos inspira.

Me conte: quais mulheres te inspiram?

Para saber mais sobre ela: 19 provas de que Carosella é a melhor pessoa do masterchef

A cozinheira que não queria ser Chef

(Visited 185 times, 1 visits today)

Sobre o Autor

Gaúcha, 18 anos, estudante de fotografia, louca por seriados e apaixonada pela arte. Quer saber mais sobre mim e o blog? Clique aqui

Postagens Relacionadas

Facebook

Comentários

  1. Daniele Yui disse:

    Eu sou muito fã da Paola e acompanho o trabalho dela no MasterChef e em outros meios, e sou muito afim de conhecer o restaurante dela quando for a SP. Sou apaixonada por culinária e trabalhos como o dela só me inspiram mais! Bjo!

    http://www.pandapixels.com.br

  2. Cah Valeriano disse:

    Olá Liz, tudo bom? Obrigada pelo comment em meu blog, adorei xD!

    Como é bom saber que pessoas rodeadas de fama e dinheiro, ainda assim são humildes e reconhecem o próximo com bons olhos.Não conhecia a história por trás da Paola, mas acompanhava o MasterChef e percebia que ela se portava com uma postura profissional, sem humilhar ou pisar nos participantes. Parabéns para ela 😀

    Beijão

  3. Gislaine disse:

    Eu não assisto MasterChef, logo não a conhecia – e só pelo post já a admiro demais! Faço questão de passar a acompanhar o trabalho dela de hoje em diante!

  4. Jainara Soares disse:

    Ah, eu acho ela tão linda e inspiradora. Um verdadeiro exemplo de mulher.

  5. Eu não gostava muito da postura dela, mas depois de conhecer a história e a pessoa dela fora dos programas culinários eu passei a admirá-la.

  6. Julia disse:

    Desde que a conheci já amo! Sério, essa mulher é muito especial, incrível, inteligente, sensível…

  7. Minda Silva disse:

    Eu não conhecia nada sobre ela, e gostei muito de saber o ser humano que está por trás do glamour, as vezes vemos uma pessoa com fama e não damos valor ao ser humano como um todo!
    Eu não tenho uma mulher que me inspira, eu tenho várias, toda mulher que se valoriza, que luta e que vencendo ou não luta por seus direitos já me inspira, famosa ou anônima tanto faz, tendo caráter já é uma inspiração pra mim.
    Amei teu post!

    Bjos
    Minda ❤ ?

  8. Nsõ acompanhei o master chefe mais pelo que você falou ela mereceu com todos os méritos ter ganhado ?

    1. Liz Chollet disse:

      A Dayse mereceu mesmo! <3

  9. Daiany Gomes disse:

    Gente, eu já a achava maravilhosa, agora sabendo de toda a história de vida dela a admiro ainda mais! Paola rainha <3

    1. Liz Chollet disse:

      A vontade que eu tenho de abraçar essa molier.. haha rainha <3

  10. Luana Souza disse:

    Apesar de não acompanhar MasterChef, adoro conhecer pessoas que me inspiram na internet, na televisão e for assim delas 🙂 histórias de pessoas que estão lutando sempre me encantam!

  11. Eu não assisto MasterChef, mas estou apaixonada por este post.
    Seu blog está cada vez melhor, Liz!

    Beijo.
    janainebagatini.com

  12. É algo tão medieval esse preconceito que ainda há entre homens e mulheres. A religião contribuiu e ainda contribui muito para isso. Não é fácil ser mulher, ainda mais aqui nos países da América do Sul. Paola é mais uma entre muitas que lutam por fazer o que gosta, sem a implicância “dozômis”.

  13. isabella disse:

    ADOREI CONHECE-LA UM POUCO E QUE MULHER!
    PARABÉNS PELO BLOG QUE ESTÁ PERFEITO ,ADOREI CADA DETALHE(E AS FOTOS E CLARO ) E ME SENTIR SUPER EM CASA NELE.
    TODO SUCESSO DO MUNDO GIRL . TAMBÉM ESTOU CURTINDO,SEGUINDO,COMENTANDO PORQUE ESTÁ TUDO MARAVILHOSO E EU AMEI..
    CONTINUE ASSIM..
    *CASO QUEIRA ME CONHECER UM POUCO MAIS OU RETRIBUIR E SÓ PASSAR LÁ http://WWW.MOSTSWAG.BLOGSPOT.COM VOU ADORAR TE VER POR LÁ ..
    BYE GIRL

  14. Amanda disse:

    Ai, Liz! Que post mais bacana esse seu.
    Já conhecia a Paola, mas não o bastante. É uma mulher inspiradora mesmo e fico muito feliz que ela luta contra o machismo e fala disso na TV, já que tem bastante gente que assiste ao programa.
    Eu amei esse tipo de post e a Paola é um exemplo, que maravilhosa ela! <3

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

  15. Kelly Mathies disse:

    Eu amei esse post ♥ Nunca vi Masterchef e não conhecia a Paola, mas adorei saber um pouco sobre ela, sobre suas lutas, sobre sua essência com as coisas. Também tenho isso de me identificar muito rápido com quem tem uma história, com quem tem humildade e leveza na alma. É tão lindo de ver.

  16. Thais de Oliveira Souza disse:

    Desde que a vi na primeira vez na tv, confesso que sentir algo que nunca havia visto em nenhum jurado. Vi que ela estava ali para ajudar, e não para criticar. Ela é um grade exemplo <3

  17. Lara Kneip disse:

    Eu não sou uma acompanhante fiel de master chef, mas todas os episódios que eu assisti ela com certeza era o destaque pra mim. Além de todas as outras competidoras também. Não conhecia a história dela e agora a admiro muito mais.

  18. Ingrid disse:

    Ela é linda, amo suas declarações e atitudes, apesar de não gostar do Master Chef. Não sabia dessa historia dos pais, que tristeza, mas isso resulta na sua serenidade é força.
    Ela é linda sua comida deve ser deliciosa,rsrs.

    http://www.cantinhob.com

  19. Não conhecia ela e ja virei fã, vou procurar saber mais sobre ela.
    Obrigada por apresentar uma pessoa tão boa assim para nós!
    Um beijoo !

  20. simone disse:

    Depois que vi que ela foi cozinhar para os estudantes me deu mais orgulho desta mulher. Precisamos de mais mulheres fortes assim. Ela é um grande exemplo para mim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *