Responsive image

21/01/2018

O perigo dos microplásticos presentes em cosméticos

Tudo o que consumimos tem uma história. Há um por quê, um o quê e como é feito. Vivemos no automático e dificilmente nos questionamos sobre esse “por trás” dos itens que consumimos e usamos. Isso se aplica muito nos cosméticos que escolhemos usar, são inúmeros ingredientes que nem sempre sabemos o que são, de onde vêm e por quê estão no nosso produto. O interessante é que, quando começamos a buscar essas informações, descobrimos ingredientes que são prejudiciais à nós mesmos e ao meio ambiente de uma forma geral. Esse é o caso dos microplásticos, que estão presentes em muitos itens do nosso dia a dia e são extremamente prejudiciais.

Microplásticos: um dos principais poluentes 

microplásticos e natureza

Os microplásticos são plásticos microscópicos presentes em muitos itens do nosso dia a dia: esfoliantes, pasta de dente, glitter, purpurina, produtos de limpeza e até mesmo em tecidos. O porque? Essas microesferas são fáceis de produzir, servem para substituir substâncias naturais e dá propriedades aos produtos. São como bolinhas de plástico que, a partir do nosso uso e descarte ao lavar o rosto, escovar os dentes, lavar as roupas e limpar a casa, chegam ao oceano através do ralo da nossa casa. Nem todas chegam aos oceanos pois existe a filtragem da água, mas as que chegam são em quantidade absurda e fazem um mal terrível ao ecossistema, já que somos 7 bilhões de seres humanos fazendo uso e descarte desses produtos.

O plástico é um material de lenta decomposição, o que não é novidade. Se uma sacola plástica leva de 30 a 40 anos para se decompor, imagine milhares de sacolas e, ainda mais, milhares de microplásticos que nem são vistos à olho nu. No momento em que chegam aos oceanos, o grande problema é de que eles são capazes de impactar toda a cadeia alimentar, pois são ingeridos por peixes e outros animais marinho, levando a intoxicação da cadeia. Além disso, há estudos recentes que mostram que a água da nossa torneira também está sendo contaminada. Impactante, não é?

Leia também: Movimento Lixo Zero, uma nova aposta sustentável

Não iremos, de um dia para o outro, conseguir eliminar toda essa produção de microplásticos, mas podemos fazer a nossa parte e investir em cosméticos, produtos de limpeza e tecidos que não tenham essas esferas. Além de escolheremos produtos que serão melhores para a nossa pele e dia a dia, ajudamos a preservar o ecossistema. É nosso papel também. Recentemente, o Reino Unido tomou um passo a frente e proibiu cosméticos com microplástico para preservar a vida marinha. Enquanto essa atitude não é tomada em todos os lugares, podemos nos adequar e fazer a nossa parte.

Alternativas a produtos com microplástico

borra de café microplásticos

Como alternativas aos esfoliantes que contém as esferas, é possível usar ingredientes naturais para suas esfoliações, como açúcar, argila, bucha vegetal, borra de café, fubá ou comprar esfoliantes de marcas naturais. Em relação ao glitter, o qual é muito usado no carnaval, acredita-se que você deva o retirar usando lencinhos umedecidos, para que não vá diretamente do ralo para o oceano, porém não sabemos como esse lixo vai acabar e no que vai se tornar. Assim, existem algumas alternativas ótimas, como glitter orgânico que felizmente já é vendido por algumas marcas como a Puraou pode-se optar por alternativas caseiras e super fáceis, como sal com corante de alimentos e pó de confeiteiro. Funciona tão bem quanto o glitter comum e não prejudica nada nem ninguém!

Mas, como vamos saber se o produto contém microplásticos? Fácil! Foi criada uma ferramenta chamada Beat the Microbead, um aplicativo de celular que você escaneia o código de barras e é sinalizado se tem, se é livre ou se está em fase de transição. Ele ainda está em fase de teste no brasil, mas exista uma lista com vários produtos conhecidos e usados por aqui!

Você já sabia sobre essa questão? Se não, me conte o que achou sobre! E vamos todos mudar nossas escolhas, é tranquilo e faz muito bem!

 

(Visited 76 times, 1 visits today)

Sobre o Autor

Gaúcha, 19 anos, vegana e em busca de uma vida mais leve e sustentável para todos! Estudante de fotografia e moradora de Porto Alegre - RS. Quer saber mais sobre mim e o blog? Clique aqui

Postagens Relacionadas

Facebook

Comentários

  1. ALINE disse:

    Lindo seu blog, amei.

  2. ALINE disse:

    Amei seu blog e as informações desse post é demais.

  3. Bruna disse:

    Achei muito interessante esse aplicativo. Não conhecia e achei muito necessário MESMO. Ás vezes a gente jura que tá fazendo nossa parte, que tá tudo certo, tudo ok e.. OPA fez tudo errado na inocência. Uma alternativa que achei para esfoliante é o café com óleo de oliva, quero comprar um óleo essencial mas ainda não achei o que eu queria, sabe? Semana que vem talvez eu comprei no Recife haha
    Amei o post <3
    N E O D E S V A R I O

  4. Tomei consciência sobre isso a muito pouco tempo, admito que antes não fazia a mínima ideia disso ou sobre seu impacto. Todo mundo precisa fazer a sua parte de alguma maneira. Gostei muito das dicas que você colocou como substituição, seria legal se os governos de mais Países fizesse o mesmo que o Reino Unido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *