Responsive image

23/08/2016

CARTAS NA RUA – BUKOWSKI | RESENHA

“Cartas na rua”, livro lançado em 1971, foi o primeiro romance de Charles Bukowski, um poeta e romancista americano, conhecido pelo seu estilo debochado, crítico e hilário de escrever. Também conhecido por “bukowski, o velho bêbado”, seus livros são repletos de relatos com bebidas, sexo e pensamentos fora da caixinha – o que eu mais gosto nele. Sem mais demandas, vamos à resenha!

cartas na rua resenha

 

“Tudo começou com um erro” é a primeira frase de Buk no livro, o qual conta a história de Henry Chinaski, um alterego do autor, em sua etapa de vida em que trabalhou para os correios. Como toda obra de Bukowski, o livro é altamente biográfico, mudando apenas os nomes dos personagens e nos deixando com aquele gostinho de “será que isso foi real ou inventado por ele?”
Chinaski é uma pessoa desprocupada aos 30 e poucos anos. Trabalha como carteiro por vários anos mas não gosta disso e nem vê como um objetivo de vida. Por um tempo, larga os correios e aposta em corridas de cavalo mas, quando vê que não deu certo, acaba voltando aos correios, agora em uma nova cidade, juntamente à sua nova namorada.  Em meio à idas e vindas ao correio, existem ressacas, muitas mulheres, sexo, brigas, diferentes lares e o nascimento de sua filha. Apesar de estar sempre beirando ao desespero, Chinaski conta a sua história de uma maneira totalmente despreocupada e hilária, exatamente como é Bukowski.
“As cobertas haviam caído e eu fitava suas costas brancas, as omoplatas como querendo romper a pele e se transformar em asas. Pequenos ossos. Ela estava desamparada”

Podemos notar, em todas as obras de Bukowski, uma revolução ao sistema, um sentimento de ser contra àquele sistema normal de vida, no qual todos nascem, estudam, casam, tem filhos e respeitam o governo. Ele não quer ser só mais um fantoche do governo, ele quer viver a vida do seu jeito e realmente aproveitar – isso explica os trabalhos aleatórios e as idas e vindas entre cidades. Além disso, ele faz muita crítica ao sistema de trabalho que explora os servidores.

“- Caralho, os caras não deixam um homem ser feliz, não é mesmo? Querem sempre enquadrá-lo no esquema” 
“Cartas na rua” é um livro simples de ser lido, uma boa indicação a quem queira iniciar a leitura de Bukowski. São apenas 185 páginas, dividas em capítulos com uma média de 40 páginas, me prendeu rapidamente e foi uma leitura maravilhosa. Ri, me emocionei e, adivinhem só, já iniciei outro livro dele!

bukowski frases

cartas-na-rua

E aí, gostaram? Espero que tenham achado a resenham legal! É a primeira aqui no blog, mas prometo váarias!
Beijo <3
 

9 Comentários

Liz Chollet

Postado por

22/08/2016

Dicas para conquistar seguidores no instagram

Oioi, gente! Esses dias eu fiz um post explicando o que é e como funciona o marketing no instagram. Naquele post, eu falei sobre alguns itens que, sendo colocados em prática, ajudam muito a sua conta a crescer. Hoje, vou dar dicas para vocês de como conquistar seguidores!

seguidores instagram dicas

 

 

PLANEJE E CUIDE BEM DO SEU CONTEÚDO
O instagram é uma das redes sociais com maior número de usuários engajados e, como eu citei no outro post, o brasil está no top 5 dos países que mais utilizam. Lembre-se que as suas imagens estarão circulando em meio a outras milhares, portanto, crie conteúdo de qualidade! Isso não significa que você precisa da última câmera do momento: é possível criar imagens ótimas inclusive com seu celular. Além disso, para quem tem blog, é bacana usar imagens como essa que eu utilizei no post, chamando atenção para algum post seu!
INTERAJA
Interagir é, com certeza, uma das chaves da conquista de seguidores. Curta, comente, siga…interaja com outros perfis, assim você chama a atenção! Quem é visto, é lembrado.
Com a atualização do instagram, agora temos o snap, o qual é uma ótima forma de interação com seus seguidores.
 TORNE SUA CONTA VISÍVEL
Ou seja, compartilhe-a em outras redes sociais! Twitter, snap, blog, facebook, mencione e lembre as pessoas da sua conta no instagram, mas tudo com muito cuidado para não tornar isso algo chato e muito repetitivo, faça ser espontâneo. Para quem tem blog, coloque o link do instagram na sidebar e também use imagens do seu insta em seus posts, mencionando que usou de lá! É bacana, também, colocar seu @ em sua assinatura de e-mail e em suas newsletters.
 HASHTAGS
Além de postar a foto, capriche na legenda a nas hashtags. As # aumentam drasticamente as chances das pessoas encontrarem o seu perfil, portanto, escolha com cuidado quais vai utilizar. Fique por dentro das # do momento e descubra quais # o seu público alvo utiliza. Por exemplo, na questão de blogs, é comum vermos blogueiras utilizarem as #: #instabgs, #panelaobgs, #blogueirinha, #blogueiras, #blogueirasbr, e afins, porque tais # vão direcionar as fotos para o público alvo. Investigue o seu público e cuidado: não use muita hashtag, estraga a legenda.
 TENHA UMA BIO INTERESSANTE 
A primeira coisa que o seu seguidor vê na sua conta é a sua biografia, portanto, capriche! Segue aqui uma lista de coisas que eu considero importante em uma bio.
  • Nome e onde mora
  • Trabalho | Ocupação | Áreas de atuação
  • Como contatar com você
  • Link para o seu site ou sua loja ( é o único local no qual o link funciona de maneira clicável, então use!)

 

CURTA AS FOTOS DE OUTRAS PESSOAS
Fácil e honesto. Tem uma pesquisa de diz que a cada 100 likes em fotos de desconhecidos, você ganha 6 seguidores. Nunca parei pra contar quantos likes em fotos de pessoas aleatórias eu dei, então não posso afirmar, porém, fazer isso com certeza atrai pessoas para o seu perfil, pois você está interagindo, chamando a atenção de outros.
 
 SELFIES E CORES CHAMATIVAS
Há um estudo que diz que selfies e cores chamativas como vermelho, amarelo e verde atingem muito mais, portanto, vale a pena investir para chamar mais seguidores ou mesmo para receber mais likes.

17 Comentários

Liz Chollet

Postado por

18/08/2016

Penpals: amigos por correspondência

Houve um tempo em que o único modo de correspondência eram as boas e velhas cartas. Apesar de hoje não termos mais a necessidade de usa-las, esse modo de correspondência resistiu ao tempo e ainda existe. Vai dizer que não é um amor receber uma cartinha, ver a letra da pessoa, sentir o papel no qual ela escreveu?! Aliando meu amor por cartas ao meu amor por viagens, vou apresentar a vocês os Penpals.

penpals amigos por correspondencia

 

Amigos por correspondência

Penpal, em inglês, significa “amigo de caneta”, ou seja, um amigo por correspondência. O penpal nada mais é do que a prática de trocar correspondências com pessoas desconhecidas, com o propósito de criar laços. Existem vários grupos e projetos no Brasil que buscam esse propósito – e dá super certo -, porém, os Penpals vão além.
 
O objetivo do Penpal é que você troque correspondência não só com pessoas desconhecidas, mas sim com pessoas de outros países! Assim, você e seu penpal podem se conhecer, contar sobre a cultura de cada país, compartilhar informações e experiências únicas.
 
Uma carta é algo muito íntimo, muito pessoal. é extremamente diferente de um e-mail e de uma mensagem de texto. Em uma carta, o correspondente tem o cuidado especial de escrever cada palavra, ele tira um tempinho apenas para escrever para você, para por a cartinha em um envelope, colar o selo e enviar. E aí fica aquela expectativa de que a carta chegue, que você leia, goste e escreva uma com o mesmo carinho. É isso que me encanta em cartas e, ainda mais, em penpals. 
 
Além do cuidado na escrita e no envio, é muito comum que os penpals te enviem fotos, postais, lembrancinhas do países deles para você se sentir ainda mais próximo da pessoa e daquela cultura. 
Como são cartas que viajam o mundo, é mais comum serem trocadas em inglês, a não ser que você e seu amigo por correspondência saibam uma língua em comum. Pra quem não sabe inglês, é uma ótima maneira de se motivar a estudar e por em prática!

Os melhores sites para arranjar penpals

Interpals – Um dos sites mais famosos para essa prática. É bacana porque você pode fazer um perfil bem detalhado para se apresentar!
 
Penpal World  – Parecido com o primeiro, você pode criar um perfil, trocar mensagens…todo o contato é feito através do site <3 Os dois seguem a mesma linha!
 
Marteen’s SnailMail Pen Pals – o site tem uma cara bem ultrapassada, mas é bem conhecido por ter gente realmente interessada na prática de penpals
 
International Pen Friends – esse não é gratuito, porém ouço falar muito bem, já que ele usa o seu perfil bem detalhado para encontrar alguém com características semelhantes e que realmente quer ser seu pen pal. O investimento é cerca de U$20, algo que eu, particularmente, não investiria, mas fica a dica pra quem quiser testar!
 
Instagram – sim, é possível encontrar penpals pela nossa rede social mais queridinha. Foi por onde eu conheci e já contatei com algumas pessoas – super queridas! –  para trocar cartinhas! No insta, você tem que pesquisar pelas #: #penpals #penpalswanted #penpalsneeded #penpalsearch #penpalsaroundtheworld, Essas são as principais e as que eu costumo olhar, mas existem várias! Aí é só contatar com a pessoa pelo direct, conversar e trocar endereços.
 
Sobre os preços para enviar para outros países: eu ainda não enviei nenhuma, porém me dizem que é bem tranquilo e que, como é carta e é levinho, é bem baratinho. 
 
Espero que tenham gostado! Eu amo Penpals e estou super animada para enviar a minha primeira cartinha! E vocês, já trocaram cartinhas assim? Beijo! 

4 Comentários

Liz Chollet

Postado por

14/08/2016

MARKETING NO INSTAGRAM: como funciona?

Você já ouviu falar sobre marketing no Instagram? O marketing é como “nos vendemos”, nos promovemos, seja no instagram, no blog ou no facebook e é ele quem manda. Sem marketing, nada funciona. O post de hoje vai ser sobre marketing no instagram! Bora lá?
como crescer no instagram uso de marketing

Marketing no Instagram

Um relatório feito pela empresa Fast Company mostrou que o engajamento das pessoas no Instagram é 15 vezes maior do que no facebook, ou seja, você precisa promover sua marca nessa rede social se quiser ter maior resultado.

Aqui, alguns dados que você precisa saber:

  • Atualmente, existem 300 milhões de usuários ativos no Instagram. Desses, 47% são homens e 53% são mulheres;
  • A maior parte do público ativo tem entre 18 e 24 anos (34%). Logo após, fica o público de 25 a 34 anos (33%) e abaixo desse, vem o público de 12 a 17 anos (20%). O público de 33 a 34 anos representa apenas 8% e o público acima de 45 anos representa 5%;
  • O Brasil está entre os cinco países que mais utilizam o Instagram.

Uso de hashtags

Hashtags são palavras chave que designam o assunto que está sendo tratado na foto. É muito importante conhecer as # que tem a ver com o seu estilo de vida para poder usa-las. Já quem tem blog, marcas, feeds ou lojas deve conhecer as # que o seu público alvo usa e explorar esse poder.
 
1. Cuidado com o exagero 
Entrar em uma conta e se deparar com uma legenda que contêm um monte de hashtag não é nada legal, isso pode espantar as pessoas e se você é uma pessoa pública, deve tomar cuidado. O instagram permite 30 # por comentário (ou legenda), mas cuide para não usar tudo isso, tente usar somente o necessário.
 
2. Hashtags comuns
Usar hashtags comuns e que estão em evidência pode não ser uma boa ideia pois faz com que a sua foto se perca no meio de tantas outras. Procure focar em usar # que tenham a ver com o seu contexto.
 

Qual o melhor horário para postar no instagram?

Segundo a Scup, os dias de maior interação dos usuários são no sábado e domingo, sendo que no domingo essa interação ocorre com mais força das 13h as 18h. Durante a semana, o melhor horário é das 17h as 18h e o pior horário durante a semana, o qual você deve evitar é das 0h as 8h.

Quantas vezes postar no instagram?

Um estudo feito pela Trackmaven sugere que empresas, marcas e feeds devem ir além do tradicional, ou seja, postar também nos fins de semana e investir em postar mais de uma vez por dia.
 
Por hoje é isso, gente! Espero que tenham gostado das dicas e que façam uso, ok? Se tiverem gostado e acham que deve ter mais post sobre isso aqui no blog, me falem nos comentários, eu adoro falar sobre o assunto <3
Um beijo, até amanhã e ótimo início de semana!


 

3 Comentários

Liz Chollet

Postado por

13/08/2016

“Conta comigo” (1986) | Resenha do filme

filme conta comigo
No início das férias de julho eu fiz uma lista com cinquenta e seis filmes que eu sempre quis assistir, porém, deixava de lado. “Conta Comigo” foi o primeiro que eu vi e simplesmente adorei. Resolvi, então, apresentar ele para vocês, yay!
 
 
Conta Comigo” (Stand By Me), filme de 1986 dirigido por Rob Reiner, o qual foca na amizade entre quatro garotos, aquela típica amizade de infância: os quatro eram inseparáveis, estavam sempre juntos e atrás de aventuras, porém, a aventura que viveram no filme foi, com certeza, a maior que eles viveram.
 
Baseado no conto “O outono da inocência – O corpo (The Body)” do autor Stephen King, a trama envolve diretamente as recordações do escritor, sendo a sua obra mais pessoal, pois remete a sua fase mais complicada de vida, na qual seu irmão sofreu um acidente de carro, o fato de o personagem principal ser um escritor quando mais velho, existem várias metalinguagens pessoais como estas. No filme, os quatro amigos ficam sabendo aonde está o cadáver de um jovem desaparecido e decidem ir atrás, buscando serem vistos como os herois da cidade.
 
Porém, não é tão simples assim. Ao longo do caminho, são desafiados, passam por várias aventuras, mas além disso, várias discussões entram em jogo, tornando-se aprendizado para os meninos. Assistindo, podemos perceber que eles discutem sobre o futuro, sobre o fato de os pais de um dos meninos não valorizarem o talento dele e, ao mesmo tempo, discutem sobre coisas de criança, como, por exemplo, quem ganharia na luta Superman vs Supermouse, mostrando, assim, que apesar de estarem em uma época de aprendizado e reflexão, são apenas crianças.
 
A forma como cada personagem é apresentado é maravilhosa. É mostrado que cada personagem tem seu problema, seja consigo mesmo, em casa ou na escola, além de ser mostrada a excelente química do elenco, a qual entende bem o peso dos seus papeis. De cara somos puxados pra dentro da trama e nos sentimos parte da equipe.
 
“Conta Comigo” resgata sentimentos da infância: aquela coragem das crianças, a busca por aventura e o confronto com o amadurecimento. Assim, o filme nos deixa com saudade de ser criança e traz lembranças da nossa infância – não tem erro.
A interação entre os personagens é incrível, a trilha sonora é muito boa e a vontade de ser um deles é bem grande. A viagem, que era apenas em busca do cadáver, acaba virando uma viagem ao autoconhecimento de cada um e da amizade de todos eles
filme conta comigo

Trailer de “Conta Comigo”

Aonde assistir: Netflix | Onlinne
 
 
Espero que tenham gostado da resenha! Pretendo fazer mais <3 Um beijo!

Comente

Liz Chollet

Postado por

Páginas«1 ...11121314151617»